sábado, 29 de outubro de 2011

Vive e luta pelos teus sonhos! :)

"Deixa que tudo de bom que existe no teu coração se manifeste, pois aí reside a tua verdadeira beleza. Vive, deixa que o amor tome conta das tuas acções, pois só com ele como Imperador, conhecerás a Felicidade. Abre a janela do teu coração e deixa que o sol entre, aquecerá a tua alma, mover-te-á  na luta pelos teus sonhos."

domingo, 9 de outubro de 2011

Acampamento JMV Cucujães

Foi, com toda a certeza, uma das experiências mais enriquecedoras para o C.L. Lagares. Todas as actividades realizadas no acampamento nos preencheram. Desde as visitas aos doentes, até ás dinâmicas que nos foram apresentadas.
Durante a viagem de regresso a Martinha contava que numa das visitas, um desses doentes mal conseguia falar e mal se fazia entender, mas na hora da despedida foi bem claro ouvi-lo dizer: " Obrigado". Não será preciso acrescentar muito mais para entenderem a alegria que nos fizeram sentir.
Relembrando palavras ditas na oração da noite de sábado, não sejamos como folhas verdes, vivas e bonitas que envelhecem perdendo a cor, a beleza e tornando-se inúteis. Criemos raízes como as árvores, para que quando chegar o nosso Inverno, embora um pouco mais fracos nos mantenhamos de pé e firmes na fé! O nosso muito obrigado aos Bichos do Couto.
Em suma: é isto que nos faz falta, a nós, enquanto JMV Portugal. O intercâmbio, a partilha e a aprendizagem entre centros locais, juntos evoluímos mais e melhor.
P:S.: Sinceramente? O Principado de Cucujães não é lá grande pistola! ;D

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

VII Encontro da Família Vicentina

Como todos sabemos, este ano o encontro da Família Vicentina foi feito em moldes diferentes. Não porque assim o quiséssemos,mas teve de ser! Como tal, ficamos dividos por regiões, no norte o VII Encontro da Família Vicentina realizou-se no CEO- Felgueiras, com mais ou menos 400 pessoas representantes de todos os ramos da família.
Podia descrever tudo o que fizemos durante o dia. Podia contar-vos como foi bom o acolhimento, a oração da manhã, podia mostrar-vos em palavras o quão interpelativo foi o tema e o trabalho em grupo. Podia explicar-vos como foi o tempo de convívio, e as actividades durante o mesmo, a Eucaristia. Podia fazer um grande texto, muito completo e bonito, mas não vou (não vamos) conseguir passar para as palavras tudo o que sentimos, o que vivemos e aprendemos naquele dia!
Foi um verdadeiro encontro de família. A partilha, o convívio e a aprendizagem fizeram-se notar mais ainda, pelo infeliz ou feliz contra-tempo das obras no Paulo XI, nos terem levado á separação por regiões.

As coisas por que passamos! :D

video